INFLUÊNCIA DE SUBSTRATOS E POSIÇÃO DA SEMENTE NO FRUTO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE MORINGA

Autores

Resumo

A produção de mudas de qualidade depende de vários fatores, sendo a composição dos substratos e a posição da semente fatores de grande importância. O substrato disponibiliza  nutrientes necessários para que a planta complete seu ciclo, além de sustentar a planta e fornecer água. A posição da semente no fruto pode interferir na qualidade fisiológica, vindo a auxiliar na classificação de lotes de sementes de maior qualidade. Desta forma, objetivou-se identificar a melhor proporção de materiais na composição do substrato e as diferentes posições da semente no fruto (apical, mediana e basal) para a produção de mudas de moringa. O trabalho foi realizado na EMBRAPA Cocais, unidade Balsas/MA, em esquema fatorial 4x3 sendo 4 substratros (areia, solo, esterco e mistura) e três posições da semente no fruto (apical, mediana e basal) e 4 repetições totalizando 48 plantas. Foram feitas avaliações aos 30 DAP E 50 DAP : Altura da Planta (ALT), Medida do Coleto ao Meristema Apical (MCMA), Diâmetro do Caule (DC)  e Número de Folhas (NF). Aos 60 DAP: Massa Seca da Parte Aérea (MSPA), Massa Seca do Sistema Radicular (MSSR) e Massa Seca Total (MST) e Índice de Qualidade de Dickson (IQD). Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, utilizando-se o programa AgroEstat. O substrato que promoveu o melhor desenvolvimento das mudas de moringa foi o esterco , a posição da semente interferiu apenas na variável MSPA, sendo a posição apical  melhor  para o desenvolvimento  desta, a posição da semente no fruto não  interferiu nas demais variáveis.

Downloads

Publicado

2022-02-03

Edição

Seção

REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE DE BALSAS